14/11/2007

Na Vitrola de Casa (7)

M (ou Matthieu Chedid, seu verdadeiro nome) é um personagem difícil de se descrever ou atribuir rótulos. De origem libanesa, filho do cantor libanês Louis Chedid e da poetisa egípcio-libanesa Andrée Chedid, Matthieu Chedid começou cedo no mundo da música, inicialmente fazendo pequenos vocais nas músicas de seu pai, em seguida tocando em pequenas bandas, e posteriormente atuando como instrumentista ao lado de artistas dos mais diversos estilos.

Em 1997 Matthieu Chedid lança o seu primeiro álbum solo, entitulado Le Baptême (O Batismo) e se transforma então no personagem M. Com um corte de cabelo em forma da letra M, um figurino excêntrico e vocais agudos, o cantor chama a atenção do público jovem francês (apesar de não ser consenso). Ao receber dois troféus no prêmio Victoires de La Musique, em 2000, M foi vaiado por boa parte da platéia. O sucesso só veio para M após o lançamento do seu segundo CD, Je dis Aime.

Atualmente M é considerado um dos grandes nomes da cena rock francesa. Misturando ritmos, fazendo shows performáticos, o cantor tem conseguido lotar as casas de shows por onde passa.

Um comentário:

L'Hipopotame disse...

Oi Mauricio!!

Curti bastante o seu blog! Achei várias coisas interessantes nele. Vc tbém está de parabéns!

Já está adicionado no Bloglines. ;)

Ana
http://lehipopotame.blogspot.com/