30/01/2008

Pékin Express

Está passando na televisão francesa, no canal M6, mais uma temporada do reality show Pékin Express. As regras do jogo são as seguintes: 10 equipes, formadas por 2 participantes cada, devem seguir um percurso que atravessa um ou mais países. Para tanto, os participantes dispõem de somente 1 euro por dia, que deve ser gasto exclusivamente com comida; o transporte e o alojamento deve ser conquistado de forma solidária pelos lugares por onde passam. A temporada deste ano do Pékin Express, filmada no mês de outubro de 2007, chama-se “A Rota dos Incas”. O jogo começou no Cristo Redentor, no Brasil, e vai terminar em Lima, no Peru.

Assistindo os dois primeiros programas desta temporada, pude observar a reação dos participantes (franceses, que tentam todos os idiomas possíveis para se comunicar com os brasileiros) para com o Brasil e os brasileiros. O brasileiro tem aparecido como extremamente sorridente e solidário. Mesmo nas casas mais pobres, as pessoas prontamente se dispõem a hospedar e alimentar os participantes. Em uma cidade no interior de Minas Gerais, a prefeita encontrou com uma equipe que buscava alojamento. Ela prontamente os encaminhou ao hotel da cidade, e solicitou para que alojassem e alimentassem os participantes, que a prefeitura cobriria o custo. Por diversas vezes também, as pessoas na rua deram dinheiro para os participantes poderem se alimentar. Por outro lado, é comum as equipes se espantarem com a pobreza, a falta de higiene de alguns lugares.

Se você quer saber como foram as etapas do Pékin Express no Brasil, visite o site do programa e procure pelas fotos e vídeos.

2 comentários:

Vitor disse...

Maneiro. O programa deve ser legal, não conhecia!
O brasileiro é mt solidário um com o outro, principalmente os mais pobres...
Pena que é um povo, digamos, tapado. Mas a gente chega lá!

Ferdis disse...

Tenho acompanhado o programa, e me surpreendido com as conquistas dos francofonos junto aos brasileiros. Os brasileiros tem sido muito solidarios e participam do jogo juntos, querem "ganhar" tb. Fico muito feliz q os franceses vejam este lado do Brasil, q tanto tenho saudades. Brasileiros q desejam assistir ao programa conseguem "baixa-los" em sites de torrents, porém devem esforçar-se para entender o frances. Semana q vem começa a etapa na Bolivia e depois Peru, estou curioso para "ver" e "comparar" a receptividade.
Excelente programa, a TV ainda proporciona (poucos) momentos de entretenimento inteligente.